Fesojus mantém articulação em Brasília pelo Porte de Arma

arma-jirkaejc-istock

Na tarde de ontem foi votado na Câmara dos Deputados, em Brasília, o Projeto de Lei (PL)3723, referente ao porte de armas. A discussão estava na quantidade de categorias que estaria sendo inserida e o presidente da casa, Rodrigo Maia, articulou para retirada de todas elas, mantendo os CAC’s, ou seja, caçadores e colecionadores.

Segundo o presidente da Fesojus, João Batista Fernandes, a proposta acertada entre os líderes foi de que o Governo mande uma mensagem disciplinando quais categorias terão direito ao porte; “assim, já estamos trabalhando para que sejamos incluídos nesta proposta”, informa. Ele destaca a participação efetiva do deputado Lei Morais no processo. “Ele tentou, até o último momento, a aprovação de um destaque seu – PODEMOS, para que os Oficiais de Justiça fossem inseridos na proposta, mas pelo acordo de lideranças NENHUMA CATEGORIA seria aceita e, portanto, não foi aprovado seu destaque”, esclareceu Fernandes.

Na próxima semana a Fesojus está articulando com a base governista para que os Oficiais de Justiça sejam incluídos nesta nova mensagem. “Lembro que temos um projeto nosso – Fesojus, que se encontra no Senado e também estamos trabalhando com os Senadores para que este PL trâmite, sendo terminativo, passando apenas pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, indo para a Câmara da mesma forma terminativa”, reitera, lembrando que a entidade segue na luta por mais esta conquista.

III CONOJUS | Próxima parada: Estação Minas Gerais