Indicação para vacinação prioritária para os Oficiais de Justiça

 

Atendendo a pedido da FESOJUS-BR (clique aqui) o deputado federal Ricardo Silva apresentou indicação ao Ministério da Saúde solicitando prioridade de vacinação em benefício de todos os Oficiais de Justiça do país.

Segundo o parlamentar “O Oficial de Justiça está nas ruas. Está exposto ao vírus e claro, para proteção do profissional e proteção da população jurisdicionado estar no grupo prioritário é mais do que necessário os nossos Oficiais de Justiça”.

Mais uma vez a Federação vem a público agradecer os esforços do colega e parlamentar pela incansável defesa de nossa categoria. Confiamos que a legitimidade do pleito o fará ser atendido por ser medida imprescindível ao controle da pandemia e da segurança dos Oficiais, seus amigos, familiares e jurisdicionados.

Veja https://fesojus.online/wp-content/uploads/2020/12/indicacao-1219-2020-priorizar-vacinacao-covid-oficiais-de-justica-1.pdf o documento encaminhado pelo deputado.

3 comentário em “Indicação para vacinação prioritária para os Oficiais de Justiça

  1. Marieta Pereira

    Obrigada, Ricardo Silva pelo reconhecimento e empenho em favor de nossa categoria.
    Que Deus ilumine esse ilustre deputado para que ele continue nos ajudadando nesta fase difícil que estamos vivendo. Por mais que nos protegemos, ainda estamos em risco iminente.

    Responder
  2. Jerliane

    Bom dia
    Queria só uma explicação, me falaram, nao sei se é verdade , que se for aprovado , só quem vai vacinar sao os Oficiais de Justiça que sao filiados ?
    Se todos independentes de filiados ou não trabalham na rua e podem pegar e transmitir o virus

    Responder
  3. Gerliane

    Bom dia
    Queria só uma explicação, me falaram, nao sei se é verdade , que se for aprovado , só quem vai vacinar sao os Oficiais de Justiça que sao filiados ?
    Se todos independentes de filiados ou não trabalham na rua e podem pegar e transmitir o virus

    Responder

Deixe uma resposta para Gerliane Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *